ARTIGO: 9 principais tendências em gestão empresarial para 2019

Com o final do ano se aproximando, muita gente começa a fazer planos para o ano seguinte. E não seria diferente com as empresas, que já devem estar de olho nas maiores tendências em gestão empresarial para 2019 com o objetivo de garantir a viabilidade de investimentos importantes para o negócio.

É claro que não basta apenas conhecer as tendências, pois é preciso entender o verdadeiro propósito de cada uma delas e, acima de tudo, planejar-se para colocá-las em prática. Ainda que algumas envolvam investimentos financeiros, como é o caso das tendências em gestão empresarial ligadas à tecnologia, outras dependem principalmente da visão dos gestores.

Isso porque, em alguns casos, é preciso haver uma mudança profunda de pensamento. Os gestores precisam estar abertos a novos modos de trabalho e com vontade de implementar as mudanças necessárias na cultura da empresa para não correr o risco de ficar para trás. Quer saber mais? Então, continue lendo!

Confira as 9 principais tendências em gestão empresarial

1. Inovação baseada na colaboração

Há algum tempo a inovação vem marcando presença no topo das listas de tendências em gestão empresarial, o que não é mais motivo de surpresa para ninguém. Afinal, inovar é um dos requisitos para qualquer empresa que queira se destacar no mercado. Não é porque o negócio está indo bem que as coisas devem continuar da mesma maneira.

Uma grande aliada da inovação é a colaboração. No próximo ano, as empresas precisam estar prontas para abrir espaço para que seus colaboradores proponham novas ideias e soluções para os desafios enfrentados pelas equipes. Assim, é preciso aprender a ouvir o outro e estar aberto a novas perspectivas.

2. Experiências marcantes

Apenas oferecer um bom produto ou serviço para o cliente não é mais suficiente para a criação de um bom relacionamento. Isso porque cada vez mais os consumidores buscam novas experiências com as marcas, o que demanda investimento e um maior esforço por parte das empresas.

É por isso que proporcionar experiências positivas é uma tendência em gestão empresarial para o próximo ano. Estar atento aos detalhes é o primeiro passo e a dedicação para oferecer um atendimento personalizado é algo que deve acontecer durante toda a jornada de compra, inclusive no pós-venda. O cliente se sentir especial é fundamental para qualquer empresa.

3. Dinâmica de trabalho flexível

Embora algumas empresas ainda tenham uma certa resistência quando se trata de flexibilizar o modelo de trabalho, insistir na jornada tradicional pode se tornar um grande risco. É importante conhecer o perfil dos colaboradores para descobrir qual dinâmica se encaixa melhor às necessidades da equipe.

Diante de um contexto em que a busca por qualidade de vida tem se tornado uma prioridade na vida das pessoas, a flexibilidade do modelo de trabalho passou a ser uma das maiores tendências em gestão empresarial. Além disso, ao flexibilizar as horas de trabalho, a empresa demonstra confiança nos colaboradores, aumentando a motivação e o desempenho de todos.

4. Home office

Já que estamos falando sobre dinâmica de trabalho, mais do que apenas flexibilizar os horários, não poderíamos deixar de falar também sobre a escolha do local onde cada colaborador desempenha as suas funções. Trabalhar no esquema home office já é uma realidade para muitos profissionais.

Trata-se de uma das tendências em gestão empresarial que vieram para ficar. Dar aos colaboradores a liberdade de trabalharem de casa é algo que contribui até mesmo para a produtividade, além de melhorar a qualidade de vida das pessoas por eliminar o tempo e os gastos com transporte, entre outros.

5. Nuvem

Se você chegou até aqui, deve ter percebido que é praticamente impossível fugir da mobilidade, o que nos leva até mais uma das tendências em gestão empresarial: a nuvem. Com colaboradores trabalhando de diferentes locais, é fundamental que eles possam acessar arquivos, softwares e ferramentas de gestão a partir de diferentes dispositivos.

Por isso, o uso de aplicações e armazenamento em nuvem é crucial para que toda a equipe possa ter acesso às informações que precisam por meio de notebooks, tablets ou smartphones. Portanto, essa tecnologia não só torna as operações menos burocráticas como também permite aos gestores tomar decisões importantes de qualquer lugar.

6. Otimização de processos

Seja qual for a área de atuação, toda empresa tem como uma das maiores preocupações o aumento da produtividade. Isso faz com que seja preciso reavaliar os processos, sempre buscando identificar o que é possível automatizar para que as equipes ganhem tempo e se dediquem às questões mais estratégicas.

Os softwares de gestão estão aí para solucionar os problemas de produtividade. Já pensou não ter mais que perder um tempo importante diariamente preenchendo infinitas planilhas de Excel? Incrível, não é mesmo? Isso mostra que o investimento em soluções tecnológicas para a automatização de tarefas deve ser uma das prioridades no ano que vem.

7. Inteligência artificial

Na era dos dados, a inteligência artificial (IA) aparece como uma tecnologia capaz de transformar dados em novas informações. Mais do que isso, a IA é uma das tendências em gestão empresarial para o próximo ano devido à sua capacidade de fazer com que as máquinas aprendam com suas próprias operações.

Isso acontece, por exemplo, com os chatbots, uma interface da IA, que ficaram bastante conhecidos no mundo corporativo ao serem aplicados às fanpages do Facebook. Pela possibilidade de serem usados em qualquer área onde há interação entre humanos, os chatbots podem assumir tarefas padronizadas e liberar os profissionais para interações menos operacionais.

8. Profissionais versáteis

Por bastante tempo, a maioria das empresas buscava por profissionais especialistas em alguma área. No entanto, uma das tendências em gestão empresarial é que a contratação de profissionais com esse perfil caia já no próximo ano, abrindo espaço para pessoas mais versáteis e com conhecimentos em outras áreas.

Aos poucos, o universo corporativo percebeu que para o negócio ter sucesso não basta que os colaboradores saibam tudo sobre tecnologia da informação, marketing ou contabilidade, por exemplo. É preciso ir além disso e valorizar profissionais com conhecimentos de gestão e de negócios para assumir outros papéis dentro das empresas.

9. Valorização do RH

Foi-se o tempo em que a área de recursos humanos era vista como responsável apenas pelos processos de seleção e contratação de funcionários. Diante do cenário em que a manutenção de colaboradores engajados e motivados se tornou um desafio para as empresas, o departamento de RH passou a ser reconhecido como uma área estratégica.

Portanto, além de contratar colaboradores, os profissionais de RH devem criar políticas internas voltadas ao cuidado com as pessoas. Afinal, elas precisam se sentir valorizadas pela empresa para que estejam felizes e, consequentemente, consigam apresentar bons resultados.

 

FONTE: http://seculoxximinas.com.br/fgv

Faculdade de Tecnologia de Araraquara

Rua: Precide Scarpino Martim, 126 Jardim Santa Clara

CEP: 14811-373, Araraquara/SP

Telefone: (16) 3339-7841 Email: fatecararaquara@gmail.com